quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Príncipe herdeiro do Kuwait abandona o Islã e confessa a sua fé em Jesus Cristo



Príncipe herdeiro do Kuwait abandona o Islã e confessa a sua fé em Jesus Cristo
O Kuwait é um país do Oriente Médio, vizinhos do Iraque, Arábia Saudita e Irã. Sua capital também se chama Kuwait. Na década de 1990, foi invadido pelo Iraque e defendido pelos Estrados unidos, dando origem a Primeira Guerra do Iraque. O Islamismo é a religião oficial e predominante no país. Estima-se que apenas 4% da população é cristã. O Artigo 2 da Constituição do Kuwait, diz: “O Islã é a religião oficial no país e a Sharia é a principal fonte da legislação”.
De acordo com a agência de notícias cristãs Mohabat, um árabe cristão chamado Al-haqiqa, que transmite programas de televisão via satélite mostrou no ar um arquivo de áudio atribuído ao príncipe Abdollah Al-Sabah. Esse príncipe seria membro da família real do Kuwait que governa o país.
“Em primeiro lugar, eu concordo totalmente com a distribuição desse arquivo de áudio e declaro que, se eles me matarem, por causa disso vou entrar na presença de Jesus Cristo e estar com ele por toda a eternidade. Estou satisfeito, porque a verdade na Bíblia me levou para o caminho certo ” , diz a voz atribuída ao Príncipe Abdollah.
Durante o programa, foi dito que o príncipe renunciou à sua fé muçulmana e se converteu ao cristianismo.
Falando sobre o grupo islâmico que recentemente tomou o poder no Egito, o príncipe do Kuwait declarou que “as muitas comunidades islâmicas sempre quiseram dominar diferentes partes do mundo, mas Deus tem preservado o mundo e ainda o protege. É por isso que temos visto as discrepâncias que aparecem entre os grupos islâmicos que agora estão lutando entre si”.
As declarações do príncipe foram manchetes brevemente em canais de TV a cabo de notícias árabes e também na agência de notícias do governo iraniano. Mas alguns sites xiitas contradizem as declarações atribuídas a Abdollah Al-Sabah dizendo que não há “ninguém na família real do Kuwait com esse nome”.

Irã anuncia a chegada do Messias Islâmico

O governo iraniano vê a atual instabilidade no Oriente Médio como um sinal de que o Mahdi - ou messias islâmico - está prestes a aparecer. Uma de suas principais características é unir os povos e trazer a paz, algo que os cristãos atribuem ao anticristo.
O site CBN News divulgou um vídeo produzido pelo regime iraniano que afirma que todos os sinais do fim dos tempos estão claros. E o Irã terá papel de destaque.
Enquanto os movimentos revolucionários que se multiplicam por todo Oriente Médio criaram incerteza na região, o vídeo mostra que o regime iraniano acredita que este “caos atual” é um teste divino e que a vitória final está próxima.
O vídeo chamado “A vinda” foi aprovado nos mais altos níveis do governo iraniano. Ele descreve os acontecimentos atuais no Oriente Médio como um prelúdio da chegada do mítico 12°Imã. Ele também é chamado de “Mahdi”, o Messias que as escrituras islâmicas dizem que levará o exércitos do Islã a ter a vitória sobre os não-muçulmanos nos últimos dias.
“Este vídeo foi produzido por um grupo chamado Condutores da Vinda, em conjunto com a Basiji (força paramilitar iraniana) e com o gabinete do presidente iraniano”, disse Reza Khalil, um ex-membro da Guarda Revolucionária do Irã que repassou o vídeo ao site CBN News.
Kahlili é autor do livro “Tempo de Trair” e trabalhou como agente duplo para a CIA dentro do regime iraniano durante muitos anos.
O vídeo afirma que o Irã está destinado a crescer e ser uma grande potência nos últimos dias. Ele irá ajudar a derrotar os Estados Unidos e Israel, e abrir caminho para o Mahdi.
A atual turbulência política em outros países do Oriente Médio, como Iêmen e Egito também são vistos como sinais proféticos de que o Mahdi está próximo. Também comemoram a doença do rei da Arábia Saudita, um rival histórico dos iranianos.
“Não é a doença e condição incerta de Abdullah uma grande notícia para os que estão ansiosos pela vinda do Messias?” pergunta o narrador.
O aiatolá Khamenei, líder supremo do Irã, e Hassan Nasrallah, líder do grupo terrorista Hezbollah , são apontados como os personagens principais do fim dos tempos predito na escrituras islâmicas. O presidente Mahmoud Ahmadenijad, segundo o vídeo, ainda vai conquistar Jerusalém antes da vinda do Mahdi, que deverá exterminar os judeus, algo também atribuído ao Anticristo.
Kahlili explica que esse vídeo em breve será distribuído pelo regime iraniano em todo o Oriente Médio. Seu objetivo seria instigar ainda mais revoltas nos países árabes e prepara os muçulmanos fiéis.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Soldado do Senhor Jesus, reflita.

Um soldado disse a seu tenente :
"...Meu amigo não voltou do campo de batalha, senhor. Peço permissão para ir buscá-lo".
"Permissão negada, não quero que arrisque a sua vida por um homem que provavelmente está morto!". - Respondeu o tenente.
O soldado, ignorando a proibição, saiu e uma hora mais tarde voltou, totalmente ferido, transportando o cadáver de seu amigo.
O oficial ficou furioso e frustrado, então disse:

- "Já havia lhe dito que ele estava morto!!! Agora eu tenho um homem
morto e um ferido! Diga-me soldado, valeu a pena trazer um cadáver?"
E o soldado, sentado ao lado do amigo, respondeu:
- Claro que sim, senhor! Quando o encontrei, ele ainda estava vivo e pôde me dizer...
"Tinha certeza que você viria!..."